Elizabeth Hurley divulga carta aberta apoiando vítimas de Mark Schwahn

Após o pronunciamento de Alexandra Park, Elizabeth Hurley divulgou sua carta aberta sobre a acusação contra Mark Schwahn. A atriz afirma o que vínhamos suspeitando, Park sofreu assédio por parte do diretor. Leia:

Carta aberta de Elizabeth Hurley

Eu fiquei imensamente triste ao ler a declaração de Alexandra Park sobre Mark Schwahn. Eu tenho amado trabalhar com os dois por quatro anos enquanto gravávamos The Royals, e não tinha ideia de que ela estava se sentindo ameaçada e intimidada sexualmente por ele durante esta época. Nunca pensei em mim mesma como uma pessoa que não observa, de fato é o oposto, mas eu não percebi isso e sinto que decepcionei um membro mais jovem do elenco. Eu poderia te-la ajudado. Eu a teria ajudado. Mas eu não sabia.

Eu nunca me senti com medo, intimidada ou manipulada psicologicamente ou fui alvo de comportamentos inapropriados ao longo dos meus 30 anos fazendo filmes e televisão. Isso inclui meus anos trabalhando lado a lado com Schwahn. Sim, ele flerta e diz brincadeiras picantes – mas eu também. Ouvir que era mais do que isso é uma surpresa chocante. Eu nunca presenciei isso. O set de The Royals era um lugar feliz, cheio de risadas e diversão. Mark sempre foi o centro disso e parecia para mim que o elenco e equipe tinham os melhores momentos quando ele estava dirigindo o episódio. Me sinto enojada de ouvir que pessoas estavam infelizes na época, e não podiam falar sobre isso.

É totalmente inaceitável para qualquer um trabalhar num lugar no qual se sintam inseguros. A segurança tem de ser oferecida em qualquer indústria para que aqueles que se sintam intimidados, busquem ajuda. Para mim, eu não vi, mas irei apoiar qualquer um sendo tratado injustamente e farei qualquer coisa para me certificar que qualquer ambiente de trabalho seja seguro. Eu posso ter falhado com Alexandra, mas não acontecerá novamente sob meus olhos.