Review 2×1: ‘It Is Not, nor It Cannot Come to Good’

Em ‘It Is Not, nor It Cannot Come to Good’, a série retorna após dois meses da morte do Rei Simon, numa partida de hipismo onde aparece a família feliz.

Cyrus levou cerca de duas semanas para superar seu irmão. Ele está amando cada minuto como rei; ele está realmente trabalhando para ganhar o amor das pessoas, jogando notas de libras (impressas com seu rosto, porque tê-las era uma prioridade) para o público. A Rainha Helena tenta ressuscitar a imagem da família real enquanto controla os gêmeos. “As pessoas creem que eles são simpáticos,” Helena compartilha com Cyrus. Sua resposta é deliciosamente sarcástica: “Ênfase em patético.”

Para “parecer que eles trabalham para nós, e não contra nós,” o plano de Cyrus em revogar seus títulos reais e seguranças. Ah, as coisas que um rei faz para salvar-se. “Tudo que eu peço é um pouco de respeito e uma desculpa,” ele diz aos irmãos. Liam basicamente diz “hell nah,” mas surpreendentemente, Eleanor se desculpa. Ela até se curva para beijar o anel de Cyrus.

Pelo que parece, nossa princesa tem seus próprios planos em sua mente. “Se nós quisermos respostas, nós precisamos de acesso,” ela diz a seu irmão. “Nós nos livramos deles.”

Na próxima cena, Helena está com a imprensa em uma série de entrevistas. “Este é um período de transição e cura para nós,” diz a um jornalista. No meio tempo, Liam procura saber sobre os testes de DNA com Dr. Cohen para ver se as palavras de sua mãe eram verdade. Mas a rainha é esperta e graças a Lucius, tudo é consertado.

Então, voltamos para a partida em que vemos Jasper, olhando Eleanor. “Você entende que vem me perseguindo?” diz ela citando situações similares em Paris e na Espanha. “Pare de me seguir” Sua resposta não é exatamente charmosa.

Numa cena posterior Helena, com ajuda de sua assistente, chantageia o primeiro ministro com uma de suas calcinhas. Para cada movimento que a rainha faz, uma revelação acontece em se tratando dos outros personagens. Há uma loira misteriosa que aparenta ser próxima a Ted. Poderia ser a mãe de Ophelia? “Eu estou morta agora, querido. Eu faço o que eu quiser,” ela diz ao segurança.

Falando em surpresas, Joan Collins aparece no episódio, mais sexy e sarcástica como nunca! “Eu espero um rei que ordene. Já estava na hora de alguém ter coragem por aqui,” diz ela a Cyrus. Antes que o rei pudesse fazer alguma coisa, Prudence aparece com sua barriga grávida. Ele está surpreso em vê-la, mas não quando a empregada oferece a ele uma chance de ‘compartilhar uma narrativa diferente com o mundo’ casando-se com ela e assumindo a criança. Cyrus não aceita. “Eu não me importo com o que pensem de mim, e eu não me importo que você vá à imprensa… Eu tenho 99 problemas, mas vadia você não é um deles.”

O assunto de relacionamentos é definitivamente marcante neste episódio, particularmente quando Jasper admite ter sentimentos por Eleanor à Liam. Em outra cena, vemos o segurança se declarando a princesa, que luta contra seus sentimentos enquanto Jasper vai embora. Arrependida, Eleanor corre até a porta de seu quarto apenas para encontrar Beck!

O episódio termina com uma conversa importante entre mãe e filha. “Guerra sempre foi um momento que definiu a história das melhores rainhas,” diz a Duquesa, sugerindo que o grupo Domino é responsável pela morte do Rei Simon e Príncipe Robert. “O que você pensa em fazer?”

Fonte: EW