Review 2×4: ‘What, Has This Thing Appear’d Again Tonight?’

Em “What, Has This Thing Appear’d Again Tonight?” nós vemos um Cyrus pós-cirurgia. Ele está péssimo – olhos profundos e marcados. Apesar de seus medos de ficar sozinho e sem amor, ele teve companhia a noite toda, já que sua empregada Violet ficou ao seu lado. Rapidamente ele é distraído por uma TV onde Helena é vista falando sobre o monumento do Rei Simon. Naturalmente ele não aceita, dizendo mais tarde a Rainha que o evento de inauguração está cancelado. Helena o confronta, “Eu te disse, eu não dou a mínima para o seu reinado,” ela grita. “Ambos sabemos que você não ficará por muito tempo.”

No meio tempo, Eleanor está acordada e furiosa, emocionalmente e fisicamente. Este sendo o caso, seu novo segurança James, a leva chá e alguns conselhos. “A maioria do tempo se você está a par do problema, você pode consertá-lo. Você diz que é bagunçada, então talvez leve um tempo para limpar a bagunça.” Ele sugere eliminar os homens ou drogas, então Eleanor escolhe ir num guyatus (hiatos de homem). Ela embarca em uma aventura com sua nova amiga Mandy. As garotas vão ao museu de história natural e mais tarde o shopping, antes de voltar ao palácio. “Se eu soubesse que poderia ter toda essa diversão, eu teria eliminado os caras há tempos atrás,” ela diz. Com isso, Mandy se aproxima para um beijo – enquanto Eleanor não tem certeza, “Eu sinto que você será importante para mim.”

Enquanto isso, Liam e Jasper recrutam Ted Pryce para avaliar o misterioso colar que o príncipe encontrou após ser sequestrado. “Foi você, não foi?” nosso misterioso novo personagem pergunta.

“Você matou Simon.” Pryce nega. Liam está obviamente na cola de Ted, porém ocupado sendo um herói público. Ele foi o favorito das pessoas por algum tempo, e quando ele decide ir a frente e revelar o monumento de seu pai, os fãs vão à loucura.

“Lembrem-se do homem cujo legado está marcado neste vidro. E lembrem-se o quanto ele acreditava em todos nós. Se você não acredita na monarquia, se você não a apoia, está tudo bem. Alguns dias eu mesmo não apoio. Mas considere o homem, e pergunte a si mesmos se ele vale a pena ser lembrado como alguém que acreditou na Grã Bretanha.” E para provar que Liam é mais corajoso que Cyrus, ele dá um recado a seu tio. “Não importa o que você faça, não importa quem você acha que se tornou, nunca será o suficiente.”

Apesar de Helena ter escolhido se aliar com Cyrus deste a morte de Simon, o monumento e as ações de seu filho os aproximaram.

“As pessoas estão inspiradas, e nenhum membro de nossa família fez isso desde a morte do seu pai. Vocês dois possuem a tenacidade e sua força. Ele estava certo. O único modo de sobreviver a isso é se escolhermos o amor e nos ajudarmos.”

Após a conversa cheesy entre os Royals, vemos Jasper furioso. “O que você está fazendo aqui, Samantha?” ele pergunta. Ela responde com um grande beijo. “Terminando o que começamos, amor.”

Cyrus não é visto em lugar nenhum do palácio, isso porque ele o  deixou com uma grande garrafa de álcool. Na cena, Cyrus atropela o monumento de vidro deixando-o em mil pedaços. Enquanto sai do carro ele encontra alguns cidadãos chocados. “Vocês não gostam de mim, então assim seja,” ele está furioso. “Vocês não tem que gostar. Mas adivinhem, eu não tenho que gostar de vocês também.”

De volta ao palácio, Helena pede a Lucius para entregar uma carta ao seu amante Alistar Lacey. Após se separarem na temporada passada, ela gostaria de vê-lo. “Eu disse aos meus filhos para escolherem o amor,” ela diz a Lucius. “Já está na hora de fazer o mesmo.”

Só há um problema, ela não sabe que seu querido está morto.

Fonte: EW