Review 2×5: ‘The Spirit That I Have Seen’

Assim como o título sugere, o episódio dessa semana tocou no assunto de espíritos. O do Rei Simon, em questão, que continuou aparecendo para o seu irmão depressivo.

Em outro lugar do palácio, Mandy e Eleanor estão serenas. Mandy está trocando mensagens com Jasper mas mente para Eleanor quando perguntada sobre quem ela vêm trocando mensagens. “Ex-namorado,” ela mente. “Com ciúmes da nova namorada.”

Está claro que ela não pretende jogar pelas regras de Jasper, e fica mais óbvio quando, momentos depois, os dois se encontram nos túneis do palácio. Mais tarde, o novo casal vai almoçar e Eleanor fala a verdade sobre o segurança. “Nós tivemos um lance,” Eleanor diz a Mandy. “Foi uma bagunça; ele é uma bagunça; E como em todos os romances, ele dormiu com a minha mãe.” Mandy responde lhe dando um grande beijo, que acaba registrado pelos paparazzis e publicado nas páginas dos tablóides.

Helena está furiosa em ver sua filha indo para o lado contrário, mas não a Duquesa. “Querida não me diga que você nunca provou do arco-íris uma vez ou duas na vida?” ela pergunta a Helena.

Por outro lado, Cyrus está tendo mais visões do Rei Simon. “Você poderia ter cuidado de mim, ficado ao meu lado de tempos em tempos. Me deixe ver um pouco do sol,” Cyrus diz ao fantasma de seu irmão. “Você poderia ter me ajudado, mas nunca o fez.” Mas o Rei assassinado tem uma resposta. “Ao invés de pedir respeito, você manipula, mente, ameaça. Você nunca sairia da minha sombra porque você não merece o sol. Você não é um rei, e você nunca será, irmão.”

Cyrus organiza uma festa e é gentil com a imprensa – ele convida o cartunista que fez piada do próprio para minutos depois tê-lo arrastado de seu evento. “Ser legal é tedioso. Mas as pessoas se lembrarão do meu nome para sempre. Elas não têm que gostar de mim. Elas terão medo de mim.”

A Primeira Ministra também se encontra na festa, e parece que possui uma estratégia também – uma que envolve Liam. “Estou cansado de participar dos jogos das outras pessoas.” Ela não tem medo de falar o que pensa, “Eu ganho indo embora, mas você está onde ninguém esteve, e eu acho que você sempre estará. Gostando ou não, você tem a oportunidade de nos inspirar a sermos bons. Se não a monarquia, então quem? Corporações? Celebridades? Talvez a resposta não seja ir embora. Talvez você deveria tentar mudar as coisas de dentro.”

Em outra cena, a Rainha pressiona Lucius por detalhes sobre Lacey. “Ele está morto,” diz Lucius. “Tudo o que eu fiz, eu fiz por amor a você” – sua carreira no palácio está oficialmente acabada. De qualquer forma, Ted oferece um modo de fazer ‘a coisa certa’. A solução? levar a culpa pela morte do Rei. “Há uma coisa que você pode fazer pela Rainha,” ele murmura. “Nossa nação sofreu quando Simon morreu, e sem um assassino justiçado, ela se recusa a curar… Ela precisa disso.” E com isso, Lucius está convencido – e falsamente confessa o crime.

Helena não acredita – ela conhece Lucius muito bem. Ela diz aos gêmeos sobre a grande notícia. “Ele confessou,” diz. “Ele está em custódia… talvez agora nós possamos nos curar.”

Os irmãos parecem aceitar a notícia, e Eleanor passa seu tempo com Mandy. Infelizmente para a princesa, Mandy tem outras ideias e diz a Jasper em uma outra cena que ela está decidida a continuar com seu grande plano. O que acontece é que Jasper originalmente tinha a intenção de trabalhar no palácio para roubar um diamante real que Cyrus usou em episódios anteriores. “A festa da princesa e do príncipe é a oportunidade perfeita,” ela diz. “Então faça as malas, amor, porque quando nós pegarmos o diamante, iremos sair daqui juntos.”

Fonte: EW